reino de alegria kingdom of joy

O Rei dos Reis {Parte 4}: Um Reino de Alegria

Alegria é bom demais! Mas a vida não é feita só de momentos felizes e de diversão. Medite nesse post e aprenda como desfrutar alegria com sua família independente de seus desafios e das circunstâncias ao seu redor.

English Version
Tempo de Leitura: 4 min

Motivo de alegria

Quem não quer viver feliz para sempre? Esse desejo é um presente de Deus para nossas vidas. Não apenas o querer mas também a capacidade de viver em alegria é uma dádiva dada aqueles que aceitam seu chamado para viverem em comunhão com ele.

O problema é quando desejamos construir essa alegria sobre um fundamento fraco e passageiro. Na verdade há motivos piores e melhores para nos alegrarmos. Por isso precisamos decidir com cuidado qual tipo de alegria vamos escolher. E nós certamente a teremos.

Não se alegrem por pouco

Quando Jesus enviou os discípulos para anunciar as boas novas do Evangelho, eles voltaram fazendo festa porque muitas pessoas foram impactadas com aquela mensagem. Curas e milagres aconteceram e, é claro, aqueles homens tiveram uma grande satisfação pelo dever cumprido.

Porém não fiquem alegres porque os espíritos maus lhes obedecem, mas sim porque o nome de cada um de vocês está escrito no céu.

Jesus, Evangelho de Lucas 10:20

Jesus lhes disse para mudarem aquela motivação de alegria por outra melhor ainda. Alegria é sempre bom! Mas ao invés de se alegrarem com o que haviam visto como resultado de seu trabalho representando Jesus, Ele os orienta a se alegrarem no trabalho que o próprio Jesus estava realizando.

O Reino de Deus é um reino de alegria porque a presença do Rei exala por excelência alegria eterna. Alegria é fruto do Espírito Santo. Na sua presença há abundância de alegria. Enquanto Adão errou e gerou uma dívida, Jesus pagou a conta voluntariamente por amor. Após a morte, há ressurreição! E essa alegria se torna a vida e força de todo aquele que escolhe pela fé viver o Reino de Deus e sua justiça como prioridade.

Óleo de alegria

Nesta série O Rei dos reis, nos lembramos de que os reis magos trouxeram a Jesus presentes que apontam profeticamente para seu propósito e os valores de seu reino. O ouro simboliza a durabilidade e nobreza de sua justiça, o incenso representa as orações com ações de graças para desfrutarmos a verdadeira paz, e também a mirra expressa a alegria.

Tu amas a justiça e aborreces a impiedade; por isso, Deus, o teu Deus, te ungiu com óleo de alegria, mais do que a teus companheiros. Todas as tuas vestes cheiram a mirra, a aloés e a cássia, desde os palácios de marfim de onde te alegram.

Salmo 45:7-8

A mirra é apresentada na Bíblia associada a momentos de festa e prazer. Esse material proveniente da raiz de um arbusto, que cresce no Iêmen e regiões vizinhas na África, é de sabor amargo e adstringente. Utilizada como perfume, era um dos ingredientes do óleo de unção e também usada para embalsamento.

Grande dor, grande alegria

Foi essa substância que os soldados romanos misturaram com vinho e deram a Jesus durante a crucificação. A ideia deles era atenuar a dor e facilitar a morte de Jesus mais rapidamente. Mas Ele se negou a tomar aquela bebida, sofrendo todo o necessário para cumprir a vontade do Pai. Assim se cumpriu mais uma das profecias a respeito do Messias:

Quando estava com fome,
eles me deram veneno;
quando estava com sede,
me ofereceram vinagre.

Salmo 69:21

Assim também, você deve permanecer firme em meio aos seus desafios, admitindo que o sofrimento faz parte dessa vida, mas esse não é o final da estória. E ao invés de optar por breves momentos de prazer ou alívio, pague o preço necessário de espera, oração com ações de graças e declare a Palavra de Deus sobre sua vida. Creia que ali na frente Deus o honrará com alegria eterna. Há recompensa para aqueles que confiam em Deus e essa é simplesmente a melhor opção.

Alegria Combina com Adoração

A vitória sobre a morte será um tema eternamente destacado no Reino de Deus. E isso é motivo de alegria, exultação e júbilo de sobra. Quando reconhecemos Jesus como o Rei dos reis, sua santidade, soberania, bondade, sabedoria, generosidade, paciência e graça, não há outra possibilidade senão adorá-lo.

Adoração é a maneira apropriada de nos aproximarmos do Rei dos reis. E ao chegarmos perto dele, naturalmente entraremos em uma atmosfera de alegria inefável. Alegria não combina com reclamação, ingratidão nem maledicência. Mas aquele que dedica sua vida a adorar a Deus terá sempre satisfação abundante.

O homem foi criado com um único propósito, que é dar glória a Deus. Quando você cumpre esse objetivo, seu ser enche-se de júbilo por fazer o que é certo, ser pleno e cumprir seu propósito.

Grande será o sofrimento dos que correm atrás de outros deuses.
Não participarei dos seus sacrifícios de sangue,
e os meus lábios nem mencionarão os seus nomes.

Rei Davi, Salmo 16:4

Conclusão

Encerrando esta série de posts sobre os valores do Reino de Deus, chamo sua atenção para a necessidade de uma decisão de fé para se tornar parte desse reino.

Ao escolher alegria, paz e justiça, você estará priorizando o Reino de Deus e desfrutará a promessa de Jesus: todas as demais coisas lhe serão acrescentadas.

Por isso, receba pela fé tudo o que Deus tem preparado para sua vida e família, desde agora e para sempre.

Oração: Deus, muito obrigado por me convidar a ser parte de seu Reino. Eu decido viver pela fé tudo o que o Senhor tem para mim. Declaro que de hoje em diante eu buscarei o teu Reino e a tua justiça como prioridade em minha vida. Recebo tua justiça, paz e alegria em nome de Jesus, Amém.


O que achou desse post? Escreva abaixo seu comentário



Posted

in

by

Comments

2 responses to “O Rei dos Reis {Parte 4}: Um Reino de Alegria”

  1. […] Versão em PortuguêsReading Time: 4 min […]

  2. […] Um Reino de Alegria: Como desfrutar de todas as promessas de Deus […]

Show Buttons
Hide Buttons